builderall





 

 

A pandemia do novo coronavrus escancarou as mazelas humanas das pessoas em vulnerabilidade social e desassistidas diante de um inimigo invisvel como o vrus da Covid-19. Mas por outro lado comprovou a importncia de ter profissionais que atuam na assistncia social para trabalhar em aes e iniciativas do poder pblico que garantem mais dignidade aos fragilizados. E hoje, em celebrao ao Dia do/a Assistente Social, nesta sexta-feira, dia 15 de maio de 2020, o CRESS do Amazonas apresenta a seguir em formato de entrevistas exemplos de profissionais da rea que se dedicam aos/s usurios/as.

 

So os casos dos assistentes sociais Ana Paula Angiole, que gerente de Proteo Social Especial de Alta Complexidade da Secretaria de Estado de Assistncia Social (Seas), e Edney Correa de Souza, que atua como gerente de Polticas de Populao em Situao de Rua da Secretaria de Justia, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). Ambos dividem a coordenao da base de acolhimento provisrio para a Populao em Situao de Rua (PSR) no Centro Educacional de Tempo Integral (CETI) urea Pinheiro Braga, no bairro Compensa, na zona oeste de Manaus, que funciona desde o dia 14 de abril.

 

ANA PAULA ANGIOLE (SEAS)


 

 

CRESS/AM - Os trabalhos dos assistentes sociais se tornaram cada vez mais essenciais na pandemia da Covid-19. No caso do acolhimento Populao em Situao de Rua, em que voc coordena pela Seas, a assistncia social tem atuado de que forma na preveno ao novo coronavrus para esses/as usurios/as?

 

ANA PAULA ? A Populao em Situao de Rua, mediante os que esto no Cadastro nico no Amazonas, so 700 pessoas. E apenas no entorno da Arena (Poliesportiva) Amadeu Teixeira (principal abrigo emergencial de Manaus, localizada na zona centro-sul da capital), quando abrimos no dia 26 de maro esse atendimento no local, j tinha em mdia 250 pessoas. Teve dia que chegou mais de 300 pessoas em situao de rua. Ento, a demanda era maior que a oferta disponvel e por determinao do Ministrio Pblico do Estado (MP-AM) abrimos este outro espao para acolhimento tambm. E aqui no CETI urea Braga, temos acolhidos que sofrem uma crise muito forte de abstinncia porque so dependentes qumicos. Sendo que a maioria so homens e tem alguns que respondem inmeros processos na Justia e com os laos familiares totalmente dilacerados ou inexistentes. E um dos grandes problemas da Populao em Situao de Rua a dificuldade que eles tm em fazer sua higienizao. Ento, dentro do acolhimento, trabalhamos a higiene pessoal deles para evitar esse contato maior com a Covid-19, alm de orientaes sobre a doena, e inibimos as entradas e sadas constantes deles do abrigo.

 

CRESS/AM ? O crescimento exponencial de casos confirmados e bitos pela Covid-19 com o incio da transmisso comunitria do vrus no Amazonas, obrigou a mudanas de estratgias ou a implantao de novas estratgias para evitar que a doena atingisse fortemente, justamente, as pessoas em situao de rua, que no tm como praticar o isolamento social para evitar o contgio?

 

ANA PAULA ? No Estado, temos 100 pessoas moradoras de rua infectadas com a Covid-19 no mnimo. O grande problema que essas pessoas no conseguem ter acesso aos servios de Sade. Como muitos deles no tem documentao, h dificuldades para conseguir o atendimento mdico nas Unidades Bsicas de Sade (UBS) at mesmo quando vo acompanhados pelos tcnicos do abrigo. importante frisar que o Governo do Estado, atravs da Seas, fomenta algumas OSCs (Organizaes da Sociedade Civil), que continuam desenvolvendo seus trabalhos com as pessoas em situao de rua que no querem serem acolhidas, mas que por meio dessas OSCs esto tendo alimentao, higienizao e um olhar mais cuidadoso para que possam estar recebendo as orientaes e cuidados necessrios para a Covid-19. E nossa estratgia manter o fluxo no abrigo que j foi pr-estabelecido de atendimento direcionado.

 

CRESS/AM ? Por questes econmicas e sociais, a Populao em Situao de Rua cresceu em todo o Pas. Em Manaus, o nmero de abrigos emergenciais suficiente para essa demanda?

 

ANA PAULA ? Para pessoas em situao de rua temos dois abrigos, pelo Governo do Estado, que so a Arena Amadeu Teixeira e o CETI urea Braga, alm de um servio que funciona no Centro de Convivncia Estadual do Idoso (CECI) da Aparecida, de segunda-feira segunda-feira, com alimentao, higienizao e orientao psicopedaggica com apoio da Prefeitura de Manaus e as OSCs. Estamos aguardando tambm a Prefeitura inaugurar seu espao de acolhimento para a Populao de Rua para ter outro direcionamento dessa populao j que temos vagas limitadas nos abrigos e mais um abrigo deve ser aberto pelo Estado.

 

CRESS/AM ? H tambm um nmero suficiente de assistentes sociais trabalhando e dando o suporte para atender essas pessoas sem moradia?

 

ANA PAULA ? Sobre a quantidade de profissionais da assistncia social, o nmero seria suficiente se todos estivessem empregados e tivssemos profissionais preparados para trabalhar em situao de calamidade pblica. Porque a nossa formao no Servio Social, sendo que falo isso porque fui professora universitria do curso, no prepara os profissionais para trabalhar em uma calamidade. H uma necessidade de uma formao em que o profissional de Servio Social possa romper o olhar imediato dentro de uma perspectiva terica e possa fazer essa ponte ente o lido e o vivido para que tenha respostas rpidas e eficazes para desenvolver um atendimento dentro de uma emergncia e calamidade.

 

CRESS/AM ? Quais riscos os profissionais que trabalham na assistncia social tm enfrentado ao lidar com pessoas em vulnerabilidade em meio pandemia? Esto sendo tomadas medidas de precauo? Que impactos essa pandemia causou nos trabalhos dos assistentes sociais?

 

ANA PAULA ? Alm de usarmos EPIs (Equipamentos de Proteo Individual), recebemos treinamentos da Fundao de Vigilncia em Sade (FVS-AM) e da Secretaria de Estado de Sade (Susam) em relao ao enfrentamento Covid-19. Recebemos tambm treinamento sobre biossegurana da Ajuda Humanitria Mdicos Sem Fronteiras sobre a doena, como se prolifera e quais cuidados devemos tomar at mesmo com a questo da nossa higiene e os hbitos dirios que devemos adquirir a partir de agora e sobre o uso adequado e manuseio dos EPIs. Em relao aos impactos para os profissionais de Servio Social, acredito que o maior deles o de ficar mais atento ao nosso comportamento. Porque s vezes, estamos to familiarizados com o nosso espao de trabalho que no temos precaues necessrias, como a higienizao das nossas mesas, teclados dos computadores e mos constantemente e de sentar mantendo um pouco a distncia do usurio. Essa pandemia fez termos mais cuidados nos espaos de trabalho e pensar em novas estratgias de trabalho para desenvolver um atendimento adequado dentro do que o nosso Cdigo de tica estabelece.

 

CRESS/AM ? Como a assistncia tem trabalhado para que a Populao em Situao de Rua, com os acolhidos nos abrigos emergenciais consigam aps o perodo da pandemia recuperar seus direitos como cidados, como moradia, por exemplo? Que servios esto sendo oferecidos neste sentido?

 

ANA PAULA ? Temos um grande problema em relao a isso porque a maioria da Populao em Situao de Rua perde os documentos deles. Aqui no CETI urea Braga, temos vrias pessoas que no tm ou nunca tiraram a Certido de Nascimento. Ento, a Sejusc que tem se organizado para poder emitirmos no abrigo essas documentaes para os acolhidos. Fizemos um levantamento de quantos documentos sero necessrios retirar, enquanto os acolhidos que tem documentao fizemos o cadastramento deles no auxlio emergencial, do Governo Federal, e alguns at j receberam o benefcio e saram do abrigo devido isso. Sobre moradia, bom deixar claro que essas pessoas tm famlias, algumas pelo abuso de substncias romperam esses laos, outras por questes de separao ou desemprego foram para a rua. Temos casos de pessoas no abrigo que foram para a rua e a famlia no sabe devido terem vergonha da sua situao. Recentemente, famlias foram desalojadas de suas casas onde moravam alugadas porque no conseguiram mais pagar o aluguel e esto em acolhimento em abrigos hoje.

 

 

EDNEY CORREA DE SOUZA (SEJUSC)


 


CRESS/AM ? Quantas pessoas em situao de rua j passaram pelo CETI urea Braga?

 

EDNEY CORREA ? Mais de 150 foram acolhidos. No se tem um nmero preciso porque tem muita evaso, mas atualmente temos 110 pessoas (em situao de rua), entre homens, mulheres e crianas, com uma mdia de idade entre 18 e 59 anos. Estabelecemos um limite para 120 pessoas no abrigo e at 59 anos, por isso no temos idosos aqui, que so encaminhados para a Arena (Poliesportiva) Amadeu Teixeira. Como uma situao emergencial, procuramos verificar cada situao para atender da melhor forma possvel. Usamos a rea externa do refeitrio e da quadra coberta como dormitrios, com circuladores de ar.

 

CRESS/AM ? Como a rotina com a PSR?

 

EDNEY CORREA ? Eles recebem orientaes (principalmente, sobre os riscos da Covid-19), tem rodas de conversa, higienizao das mos com lavagem com lcool em gel, cinco refeies por dia, atendimento social e psicolgico, alm de uma sria de atividades de recreao tambm. Eles tm TV, sesso de filmes com o cinematerapia e musicoterapia, domin e baralhos. E tentamos otimizar as habilidades deles, por exemplo, tem um que nos ajudar como cozinheiro e outro como auxiliar de cozinha. Os mantemos ocupados porque se sentem teis e isso muito bom. Inclusive, eles mesmos fazem questo de lavar as suas roupas.

 

CRESS/AM ? Como funciona o trabalho dos assistentes sociais nesta situao?

 

EDNEY CORREA ? Temos parcerias com as OSCs (Organizaes da Sociedade Civil), que trabalham com a questo da dependncia qumica. Quando surgem vagas nestas OSCs, perguntamos deles (das pessoas em situao de rua) quem deseja ir e ns encaminhamos e levamos para esse local. A maioria deles dependente com histrico de uso abusivo de bebidas alcolicas e drogas, mas apenas uma minoria aceita tratar a dependncia em locais como a Fazenda Esperana. Temos ainda muitas dificuldades com alguns acolhidos at por ser um trabalho novo para todo mundo no contexto dessa pandemia.  um trabalho desafiante para ns como assistentes sociais, mas temos uma boa equipe e que surtem bons resultados no final.

 

CRESS/AM ? E as regras de convivncia e conduta tm sido obedecidas?

 

EDNEY CORREA ? Acontecem evases em que eles furam as regras e saem sem autorizao do abrigo e no voltam mais. Temos as normas que foram acertadas, que so lidas para eles e esto cientes que em uma terceira infrao so desacolhidos. No podemos tambm ser coniventes com as infraes, falta de respeito e insurreies. Sabemos que cada um tem sua particularidade e tentamos atender da melhor forma possvel.

 

CRESS/AM ? J teve casos de Covid-19 no abrigo CETI urea Braga?

 

EDNEY CORREA ? No tivemos aqui, mas vieram dois casos de fora do abrigo. Nos sinalizaram e eles foram isolados dos demais acolhidos na parte de cima (do CETI urea Braga) por medida de segurana apesar de serem assintomticos (sem sintomas). Um deles j foi liberado pelo mdico aps passar o perodo de transmisso e o outro segue em isolamento. E todos recebem orientaes sobre distanciamento social, ISTs (Infeces Sexualmente Transmissveis) e cncer bucal. Temos duas enfermeiras em perodos distintos do dia e tem atendimento com a psicloga duas vezes por semana.