builderall


  20/09/2019



 

 

 

 

 

Carga horria de trabalho acima das 30 horas semanais estabelecidas por lei, equipes reduzidas de profissionais, falta de materiais e estrutura, acmulo de tarefas e funes e prazos sem tempo hbil para cumprir adequadamente as demandas. Estes so alguns problemas enfrentados por assistentes sociais que trabalham em instituies de Ensino Superior no Amazonas que executam a Poltica Nacional/Estadual de Assistncia Estudantil, conforme um relatrio do Conselho Regional de Servio Social do Estado (CRESS 15 Regio/AM).

 

 

No perodo de um ano e oito meses, entre junho de 2016 e janeiro de 2018, a Comisso de Orientao e Fiscalizao (COFI), do CRESS do Amazonas, fiscalizou nove instituies: IFAM Manaus Centro, IFAM Tef, IFAM Coari, IFAM Itacoatiara, IFAM Manacapuru, UFAM Manaus, UFAM Benjamin Constant, UEA Manaus e UEA Itacoatiara. E nas visitas de inspees nestes campi da capital e do interior das unidades federais e estaduais relacionadas se constatou que 14 assistentes sociais no total so responsveis por toda a triagem da Poltica Nacional de Assistncia Estudantil, incluindo os servios de elaborao dos editais e avaliao dos/as candidatos/as.

 

 

E com exceo dos campi de Manaus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), que possuem trs profissionais de Servio Social cada um, existem casos de instituies que contam com apenas um assistente social no quadro de funcionrios. Uma situao que compromete a qualidade das anlises socioeconmicas e, consequentemente, dos pareceres tcnicos no atendimento aos/s alunos/as que pleiteiam os benefcios sociais para o Ensino Superior.

 

 

 

Saiba mais:

 

 

Relatrio das Visitas de Fiscalizaes da COFI s Instituies que Executam a Poltica de Assistncia Estudantil

 

 

 

 

Conselho Regional de Servio Social do Amazonas (CRESS 15 Regio/AM)

Gesto Nada a Temer, Lutar Preciso! ? 2017/2020

Comisso de Comunicao

comunicacao@cress-am.org.br